[ editar artigo]

Hipertricose

Hipertricose

Hipertricose, você sabe o que é?

Vamos lá!

A hipertricose é o excesso de pelos que surgem em algumas pessoas. Esses pelos podem aparecer por todo o corpo, não somente na cabeça. Ela também é chamada de síndrome do lobisomem.

É uma doença que caracteriza pelo crescimento desenfreado de pelos que acometem tanto o homem quanto a mulher. E as causas podem ser genéticas, ou até mesmo por questões hormonais, por uso de medicamentos como os anti- inflamatórios, o cortisona, isso pode ocorrer devido ao corpo reagir de forma adversa ao tratamento e em alguns casos podem estar relacionados a outros problemas de saúde no corpo, o que leva a desencadear a hipertricose, ou seja, ela pode ser o sintoma de outras doenças. Então vem a importância de um bom diagnóstico, para assim fazer o tratamento e descobrir as causas o que pode estar relacionado a um distúrbio hormonal, infecção na pele, alergias.

O correto é fazer exames laboratoriais, ultrassom abdominal e dosagem de hormônios e talvez até mesmo uma ressonância. Existem alguns tipos de hipertricoses, uma delas é a Generalizada Congênita, que é a hereditária, nessa os pelos são grandes, sedosos que se espalham por todo o corpo, exceto nas mãos e nos pés...

Outro tipo de hipertricose é a Generalizada Adquirida, essa a pessoa não nasce assim, ela adquire por causa do uso de medicamentos como o cortisona e a fenitoina, isso acontece devido ao efeito colateral do remédio, mas se interromper o uso do medicamento os pelos param de crescer.

Já o outro tipo de hipertricose é a localizada, esse atinge somente algumas partes do corpo como cotovelos, costas, orelhas umbigo e pode haver infecção por conta dos folículos

A hipertricose não é contagiosa. Além das causas que já foram citadas existem outros, como no caso das mulheres o problema pode ser ocasionado devido a ovários policísticos e a endometriose. Já nos homens pode ser devido problemas no fígado e nos ruins

É sempre bom ressaltar a importância dos cuidados diários, afinal um corpo saudável é um cabelo saudável. E situações desse tipo não são para serem resolvidas por profissionais da beleza, isso cabe aos profissionais da saúde como dermatologista, clínico geral, endocrinologista... Se caso aparecer alguém no seu salão assim, aconselha-o a procurar ajuda médica.

Curso de Colorimetria

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você