[ editar artigo]

Formação e constituição do cabelo

Formação e constituição do cabelo

O cabelo é um apêndice da pele; composto por células mortas e não representa órgão vital à vida. No entanto, o cabelo têm um valor significativo perante a cultura, religião e sociedade. O cabelo é a característica mais variável do ser humano; podemos representar a nossa marca/identidade visual; expressar poder, irreverência, ousadia, sensualidade e até mesmo liberdade.

Dependendo das nossas origens, cor e estrutura uns nascem com maior número de cabelos que outros. Enquanto crianças, os cabelos tendem a ser finos e são chamados de velos, pois esse cabelo é um cabelo que ainda está em desenvolvimento.

O fio de cabelo é constituído por cinco elementos: carbono, oxigênio, hidrogênio, nitrogênio e enxofre; composto por 97% da proteína queratina e 3% de água. O fio de cabelo é dividido em 3 grandes partes. Cutículas, córtex e medula.

As cutículas são responsáveis pela integridade do nosso fio como se fosse um escudo protetor, trata se; responsável pelo brilho e maleabilidade e maciez do cabelo; é transparente enquanto o cabelo não passa a ser quimicamente tratado.

O córtex é responsável pelo formato, cor e elasticidade da fibra capilar. Medula, uns tem outros não mas a ciência ainda não explica o porque de uns terem, outros não e como é que isso pode interferir na saúde do nosso cabelo. O nosso corpo é coberto de pelos, a palma das mãos e dos pés é a única parte do nosso corpo em que não existe folículo.

O folículo é a cavidade onde se forma, nasce e cresce a haste do nosso cabelo. O fio de cabelo invade as três camadas da nossa pele: epiderme, derme e hipoderme. Diz se apêndice da pele porque tal como a pele é feito de queratina e o processo de formação começa precisamente na pele, na camada superior a epiderme, onde existe a célula queratinócito. Essa mesma célula desce/migra até à papila (parte viva e irrigada) que se encontra no bulbo, onde se transforma e dá início a sua formação; define a cor, futura estrutura, quando pronta, torna se rígida, o músculo eretor bombeia oleosidade através das glândulas sebáceas "empurrando", auxiliando no processo de subida até à atmosfera (fase anágena). Essa haste rígida endurecida feita de queratina é o fio de cabelo! 

A queratina, além de rígida é impermeável e elástica, pode ser de origem animal e de origem vegetal. Essa proteína é feita de cerca de 20 aminoácidos (essenciais ao nosso cabelo ), que são ácidos e alcalinos, pois AMINO remete-nos para alcalino grupo Amina 1N (nitrogênio) 2H (hidrogênio) e ÁCIDO remete-nos para ácido carboxílico 1C (carbono) 2O (oxigênio).

Nas combinações de aminoácidos o que muda será sempre o nosso radical, mas ligações de aminoácidos, junta-se átomos e existem perdas, mas formam- se moléculas a essas ligações consoantes, o número de aminoácidos agrupados temos ligações dipeptídicas (2 aminoácidos); tripeptídicas (3 aminoácidos), oligopeptídicas (alguns aminoácidos, até 7) e polipeptídicas (muitos).

Sabendo que o nosso cabelo possui 97% de queratina e que a proteína queratina é composta por 20 aminoácidos sabemos que se trata de uma ligação polipeptídica. 

 

Curso de Colorimetria

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você