[ editar artigo]

Eletricidade estática e a sua importância para o cabeleireiro

Eletricidade estática e a sua importância para o cabeleireiro

Como estudamos no curso de Colorimetria Avançada, nosso cabelo é um condutor de energia.

Você, como profissional da área da beleza, sabe a importância dessa energia e de que forma ela pode te auxiliar ou atrapalhar no seu trabalho com a sua cliente?

Antes de entrarmos nesse ponto, precisamos compreender como essa energia funciona.

Sabemos que tudo a nossa volta é composto por átomos, que possuem prótons, nêutrons e elétrons.

Todo átomo é em sua essência neutro, pois possui a mesma quantidade de prótons e elétrons. Quando por algum motivo ele perde um desses elementos, ele passa a se chamar de Íon, podendo ser negativo ou positivo.

Quando o íon é positivo é chamado de Cátion, e quando ele é negativo é chamado de Ânion.

Explicado superficialmente essa questão, agora podemos mencionar que o nosso cabelo é composto por Cátions.

Quando utilizamos pentes ou escovas de metal, eles causam uma fricção nos fios, e com isso há um aumento de cargas elétricas. Esse aumento de cargas elétricas causa um desequilíbrio, deixando os cabelos em pé. Este processo é chamado de Energia Estática.

Lembram nos tempos da escola em que aprendemos que os iguais se repelem e os opostos se atraem? Então, os cabelos ficam eriçados, pois há uma quantidade maior de energia e os fios passam a se repelir e arrepiam.

Quais fatores fazem com que a energia estática ocorra?

Tempo frio e seco e ambiente sem umidade, pois dessa forma essas cargas elétricas se acumulam.

De que forma podemos solucionar essa questão?

Umedecer os fios, cabelos hidratados dificilmente possuem esse problema, e os íons negativos.

Como podemos usar os íons negativos?

Nós cabeleireiros sabemos que com a tecnologia a grande maioria dos secadores possui Íons Negativos, que enquanto estão ligados despejam nos fios.

Essa tecnologia quebra as moléculas de água e secam o cabelo muito mais rápido do que os secadores mais antigos. Com isso, o cabelo não perde toda a sua umidade em contato com o secador evitando que os fios fiquem estáticos. Os íons negativos também selam mais as cutículas.

De que forma essa informação pode auxiliar você, cabeleireiro?

Tendo este conhecimento, você pode perceber de que forma o seu ambiente de trabalho contribui para ocasionar a energia estática, como o uso do Ar Condicionado que deixa o ambiente mais seco.

Pode também orientar a sua cliente para optar em utilizar escovas com cerdas naturais e pentes de madeira que auxiliam o cabelo a não ter uma sobrecarga elétrica, evitando assim o tão temido frizz.

E agora você também tem conhecimento de como o seu secador funciona e contribui para deixar os cabelos mais alinhados e sabe por que existe a tecnologia de íons negativos no aparelho que utiliza.

O mundo do cabeleireiro é muito amplo, devemos buscar sempre informação de qualidade para oferecermos o melhor atendimento ao nosso cliente.

Curso de Colorimetria

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você