[ editar artigo]

Cutícula, barreira protetora

Cutícula, barreira protetora

Você sabe qual é a função da cutícula do cabelo? Pra te ajudar nessa tarefa iremos ver a composição da fibra capilar, especialmente as cutículas. 

O cabelo possui três camadas: Cutícula, córtex e medula, sendo a cutícula mais externa. A cutícula é composta por células achatadas e alongadas que se sobrepõem umas as outras como escamas de peixe. São escamas que podem ser de 7 a 13 camadas, sendo transparentes num cabelo natural. A função dela é servir de "escudo" para a camada de baixo, o córtex do cabelo, protegendo-o de agressões externas e ajudando a "segurar" água e outras substâncias dentro do fio.

A cutícula é composta por camadas de queratina (uma proteína), e as ceramidas (um tipo de lipídios) agem como a "cola" que mantém essas camadas no lugar. A cutícula é responsável pela maciez, brilho e maleabilidade que precisam ser eriçadas para entrar qualquer procedimento químico. 

As químicas capilares como: Alisamento, coloração e descoloração precisam penetrar profundamente na fibra capilar, ultrapassando a barreira das cutículas para ter o resultado esperado. Pra isso, as cutículas precisam ser abertas danificando a proteção do fio, perdendo sua coesão e nutrientes, ficando mais frágil, quebradiço e menos saudável. 

Daí a importância de após esses procedimentos fazer bons tratamentos para repor nutrientes, recuperar e selar as cutículas do cabelo. 

Os principais fatores que agridem o cabelo são: 

  • Excesso de produtos químicos; 
  • Secador, chapinha, água quente;
  • Poluição, má alimentação, etc. 

Esses fatores podem levar a:

  • Perda de nutrientes;
  • Perda de queratina;
  • Desidratação dos fios. 

Resultando em fios mais:

  • Fracos;
  • Quebradiços;
  • Ressecados;
  • Sem brilho. 

As camadas das cutículas funcionam como pequenas "portas" de cada fio, e podem estar fechadas (bem unidas umas as outras), impedindo a entrada e saída de água e outras substâncias e bloqueando o acesso ao córtex) ou abertas (levantadas e afastadas, permitindo a entrada e saída de substâncias e deixando o córtex mais exposto e desprotegido).

Quando a cutícula tem muitas falhas "buracos ", dizemos que o cabelo está poroso, nesse estágio ele não consegue reter bem a água, ficando extremamente vulnerável, podendo tornar-se quebradiço se o dano for muito grande, onde os fios se partem ao meio por causa da cutícula fragilizada. 

Alguns produtos são capazes de "preencher " esses buracos e dar alguma proteção a mais ao cabelo, mas essa é uma solução paliativa, apenas previne temporariamente não conseguindo reverter o dano que já aconteceu (não dá para fazer camadas novas crescerem na cutícula), o único jeito é cortar as partes danificadas. 

Apesar de ser forte e resistente para defender o cabelo das agressões, a cutícula do cabelo na verdade é uma camada bem fina e transparente. 

Percebeu a gravidade?

Então melhor mesmo é cuidar bem das cutículas do cabelo de suas clientes, sempre depois de procedimentos químicos entrar com os tratamentos, pois eles funcionam para corrigir esses problemas, garantindo que a estrutura da fibra capilar permaneça saudável. 

Como vimos é essencial para manter a força e beleza dos fios. 

Espero ter contribuído com mais informação de conteúdo, até à próxima!

Curso de Colorimetria

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você