[ editar artigo]

Tratamento e química andam de mãos dadas

Tratamento e química andam de mãos dadas

Um nunca funcionará sem o outro! E enquanto não entendermos que tudo que acontece nos cabelos se trata de uma reação química, seus resultados de cor não serão satisfatórios.

Saber qual ativo usar para recuperar danos de cada química causou também é algo que realmente fará a diferença.

Mesmo tomando todos os cuidados possíveis sempre haverá danos nos cabelos a serem recuperados, o fato é que quando se toma os devidos cuidados esses danos causados pelas reações químicas são parcialmente recuperados e a cliente verá o valor do seu trabalho aí.

Devemos saber que brilho e maciez não é sinal de tratamento, mas quem é que não gosta de um brilho nos cabelos?

Nosso fio de cabelo é formado por proteínas, que em algum momento da mitose dos fios tornam se proteínas queratinizadas, formando o que chamamos de cutículas. O principal ponto de ataque da química é o córtex e  sabemos que a proteção  do nosso cabelo são as chamadas cutículas, mas o que as cutículas protegem?

Quando realizamos um processo químico, todas essas partes separadas do nossos fios sofrem danos e por esse motivo temos que entender que no tratamento devemos devolver nutrientes para que possamos recuperar cada parte da haste capilar. Daí nasce o conceito do cronograma capilar.

A devolução de proteínas, aminoácidos, ativos para retenção de água nos fios e lipídios são os responsáveis pela construção de um cabelo forte e saudável.

Por isso é tão importante o cabeleireiro entender não só de cor, corte, mas de química também, entender que nosso cabelo reage quimicamente com absolutamente tudo que você deposita nele, facilitará o entendimento de qual ativo usar e para qual dano.

E assim o ciclo de tratamento ficará mais assertivo!

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você