[ editar artigo]

O que e pH e como interfere na estrutura do cabelo?

O que e pH e como interfere na estrutura do cabelo?

pH - Potencial de Hidrogênio Livre

Hidrogênio contém em tudo que possui água. O pH serve para indicar em uma solução o grau de acidez, neutralidade, alcalinidade dos produtos. Em escala de 0 a 14, pH ácido, pH baixo 0 a 6.9, pH neutro 7, pH alcalino, pH alto.

Como medir o pH nos produtos?

Através dessa substância tornossol, fenolftaleina, o aparelho eletrônico chamado Peagâmetro.

Para analisar o pH de um produto, tem que ver na água ou ambiente aquoso. A água tem comportamento antofero, que reage tanto no ácido como no alcalino.

Há várias substâncias, e essas duas são as mais usadas como ativos reguladores de pH. São:

Ácido cítrico - diminui o pH;

Hidróxido de sódio - aumenta o pH usado numa concentração pequena.

As pontes salinas determinam o pH do cabelo e controla o sal.

A importância do pH para o cabelo

O pH do cabelo varia de 4,5 a 5,5. Nas regiões mais quentes chega ate 6.0.

Quando usarmos produtos de pH baixo, ou alto, interfere na fibra capilar e pode haver quebra. O uso continuo de produto de pH baixo que é ácido que sela, fecha as cutículas, pode causar acúmulo de oleosidade no couro cabeludo e impermeabilidade no fio, dificultando ao fazer transformações, coloração, descoloração, pode causar manchas, não ter fixação, impedindo os tratamento.

O pH interfere na saúde do cabelo e afeta também no equilíbrio do manto hidrolipídico causando caspas, fungos e bactérias, e pode levar a uma dermatite.

Os produtos de pH alcalino nos fios dilatam as cutículas, eriçam  e geram porosidade no couro, passa a escamar e irritar, dando a sensação de coceira, descamação no couro cabeludo.

Para tratamento é bom sempre ter produtos de pH igual ou próximo ao cabelo de pH 4,5 a 5,5. Usar shampoo de pH balanceado é essencial, principalmente para quem usa químicas, podendo alternar quando precisar fazer limpeza, pH 6.0.

Os shampoos infantis não são indicados,  pois seu pH é 7. pH neutro na tabela. Muitas mulheres gostam de usar por achar ser menos agressivo ao cabelo, mas não é verdade, as máscaras, condicionadores podem ser mais baixa ou próxima ao cabelo. E não levar em conta somente o pH, mas os nutrientes ativos com tecnologias dos produtos.

Mechas e progressivas não andam juntas. Ao fazer uma descoloração com persulfato de pH 10 a 12 e a progressivas de pH 1, 2 e 3, muito ácidas, pode haver quebra do fio por serem extremos. Um pH muito baixo, ácido e outro pH alto, alcalino.

Progressivas não tratam cabelos!

Ao clarear os cabelos elevam o pH, pois as colorações tem hidróxido de amônio que eriçam e dilatam as cutículas, por isso é de suma importância tratar os cabelos, equilibrar o pH, antes de haver boa fixação. E após coloração, não usar shampoo e tratamento só após 48 h. 

Ao escurecer o cabelo, que já passou por processos químicos, a dica é usar produtos com o pH baixo como tonalizantes com ox de volumagem baixa, até 10 volumes, fazendo um depósito de pigmento. Ao escurecer com coloração que contém hidróxido de amônio, de pH elevado (9), agride mais, pois esse cabelo já foi desestruturada a fibra capilar.

Ao alisar os cabelos, é preciso equilibrar o pH ao pH do cabelo que é de 4,5 a 5,5. Ao alisar os cabelos precisamos ter consciência de que precisamos de tratamento sempre.

O pH influencia em tudo desde a abertura ao fechamento das cutículas. No brilho, na maciez e na saúde dos fios.

 

 

 

 

 

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você