[ editar artigo]

Pele e seus principais apêndices - Saiba a importância de cada um deles

Pele e seus principais apêndices - Saiba a importância de cada um deles

Hoje o assunto é pele e a importância que ela exerce no nosso organismo e para seu maior apêndice externo, o cabelo. Aliás, é o cabelo, para nós profissionais da beleza capilar, o que mais importa no sentido de como melhorar seu aspecto físico e sensorial.

A indústria cosmética é repleta de produtos voltados para a área capilar que envolve tratamentos terapêuticos (manipulados por profissionais graduados da área competente ao estudo capilar), tratamentos cosméticos básicos (onde a maioria dos cabeleireiros atuam) e os produtos que causam transformação capilar, como as químicas em geral, manipulados por nós cabeleireiros. Com essa diversidade de produtos para cabelos, se não soubermos como direcionar exatamente o melhor produto ou combinações de ativos para diminuir os danos causados pelos processamentos químicos, de nada valerá nosso empenho. Isso tudo começa no entendimento da importância da pele, pois é ali que tudo começa. É sobre esse magnifico órgão que vamos entender melhor.

A pele é o maior órgão do corpo humano e representa 16% do peso corporal. Sua área extensa pode variar de 18.00 a 25.00 cm² em um adulto e sua espessura tem em média 1,5 a 4 mm. É a primeira a manifestar quaisquer problemas do organismo humano, como por exemplo problemas emocionais, mentais, doenças do fígado, dos rins, coração etc. É dividida em três camadas: epiderme, derme e hipoderme, no que ainda compreende subdivisões e funções direcionadas.

 

Principais funções

  • Manter a integridade das estruturas internas e externas (órgãos, músculos e ossos), isso também inclui a capacidade elástica para que as articulações do corpo possam ter movimento.
  • Proteção contra agentes externos - Veja essa curiosidade: A pele pode conter em 1 cm² milhares de bactérias, ou seja, e se a pele não estiver saudável essas bactérias podem invadir a parte interna da pele e provocar, vermelhidão, inchaços, inflamações e infecções, causando um desequilíbrio celular que pode atingir diretamente o cabelo.
  • Absorção e secreção de líquidos – A capacidade de secretar se dá através do suor e da oleosidade natural da pele – A absorção se dá através da permeação de substâncias, fórmulas com peso molecular para essa finalidade, como por exemplo alguns medicamentos, cuja prescrição é subcutânea.
  • Controle da temperatura – O organismo quando exposto a temperaturas altas ou baixas, como calor excessivo, febre, ou ambientes frios, a pele entra em ação para controlar esses efeitos e assim evitar um dano maior ao corpo. Se sente frio a pele não produz suor para evitar uma sensação de frio maior. Se sente calor a pele através das glândulas sudoríparas entra em processo de produção de suor maior para resfriar o corpo.
  • Barreira hidrofóbica seletiva – É a capacidade que a pele tem de definir o que pode entrar ou não pode entrar no corpo. Isso acontece quando mantemos uma oleosidade natural, que em contato com as sujidades ou bactérias ficam grudadas nessa barreira impedindo a entrada delas na pele. Diante dessas informações, faço a seguinte pergunta: Faz mal lavar os cabelos todos os dias? Responderei no final desse artigo 😊
  • Funções estéticas e sensoriais – Em questões estéticas está ligada a aparência visual da pele, tonicidade e firmeza. Em relação à função sensorial, estão relacionadas a sensibilidade tátil e a identificação de temperatura, pois a pele se compõe de milhares de terminações nervosas responsáveis por essas sensações.

A massa da pele é composta de 64% de água, 33% de proteínas (colágeno, elastina, queratina...), 2% de gordura (esse percentual pode variar dependendo do tamanho do tecido adiposo que o indivíduo possui) e outras substâncias como os pigmentos que contribuem em um percentual de 0,5%. Então quer dizer que quanto mais a pele for pigmentada, mais escura, mais pigmento ela possui? Responderei no final desse artigo 😉

A pele é dividida por três camadas básicas

Epiderme (Estrato Córneo) – Camada externa da pele, subdividida em 4 níveis que são organizados por grupos celulares, desempenhando funções especificas:

  1. Estrato lúcido - camada mais fina rica em células mortas;
  2. Estrato granuloso - camada formada por células que acumulam grânulos, precursoras da queratina;
  3. Estrato espinhoso - células também encontradas em grande quantidade no fígado, os hepatócitos (responsável pela resistência mecânica em conjunto com a camada basal, camada mais profunda da epiderme);
  4. Estrato germinativo/camada basal - camada mais profunda da epiderme, responsável pela renovação celular e composta por células queratinizada, promove uma barreira protetora UVA E UVB através da pigmentação produzida pelas melaninas que dão cor à pele e é essa coloração natural que faz o fator protetor contra os raios solares, abriga os melancólicos e queratinócitos e não possui vasos sanguíneos.

A ciência por trás da esfoliação profissional - Negócio Estética

Derme – Camada intermediaria da pele. Sua função é de sustentar, regularizar a temperatura, defesa imunológica e possui milhares de terminações nervosas. É nessa camada que estão inseridos o colágeno, a elastina (responsáveis pela tonicidade e elasticidade da pele) e principalmente abriga o canal gestacional do pelo e cabelo (folículo piloso) e seus apêndices. Será que as formulações cosméticas têm a capacidade de penetrar a epiderme e chegar até a derme para repor as funções do colágeno e da elastina? Responderei no final do artigo 😐

Quais são as camadas da pele e suas característica?

Hipoderme (tecido adiposo) – É a camada mais profunda da pele e muito importante, formada por células adiposas (gordura), pois é ela que faz a ligação das outras camadas (Epiderme e Derme) aos músculos, ossos e outros tecidos do corpo. Outras funções importantes da hipoderme é dar proteção mecânica contra os impactos sofridos pelo corpo, além de ser o início da regulação da temperatura do corpo.

Principais apêndices da pele

  • Glândula sebácea – Reguladora dos hormônios sexuais, dependendo do sexo do indivíduo a glândula sebácea terá uma função reguladora diferente. Produz secreção lipídica, e, esse sebo é secretado dentro do folículo piloso junto com o cabelo. Ele é extremamente importante no combate a bactérias, como já mencionado no parágrafo que indica o item (barreira hidrofóbica).
  • Glândula Sudorípara – Sua principal função é a regulação da temperatura corporal, pois é ela que produz o suor que resfria o corpo quando está sob efeito de altas temperaturas, ou, ao contrário, quando o corpo está submetido a baixas temperaturas, evitando a produção do suor para poupar o organismo com a intensão de manter a temperatura corporal.
  •  Folículo Piloso – É a fábrica do cabelo. Uma cavidade entre o meio externo e o meio interno, que hospeda o pelo produzido. Nele está acoplado a glândula sebácea e o musculo eretor (responsável pelas reações de situação de perigo (medo), excitação ou eletricidade estática, causando os famosos arrepios. Nesse hall de abrigos podemos incluir o bulbo capilar (raiz do cabelo) que é encarregado de produzir e distribuir as células germinativas para a produção do cabelo.

Temos em torno de 5 milhões de folículos pilosos e cada um pode fabricar e abrigar em média dois pelos ou cabelos, porém alguns podem abrigar mais.

 A importância do sebo e do suor em relação ao cabelo e o couro cabeludo

Sim, eles são muito importantes, haja vista que é por meio desses dois elementos que se constrói o manto hidrolipídico. É através dele que temos o indicativo do pH da pele. Em condições normais o pH da pele pode variar entre 4,5 a 5,5, isso também se estende ao pH do cabelo que acompanha esses níveis. Entretanto, se houver uma disfunção do manto hidrolipídico o pH da pele sofrerá alterações e consequentemente o cabelo também sofrerá alterações de pH, podendo ele ficar mais ácido ou alcalino. O manto hidrolipídico saudável promove a hidratação da pele por meio da barreira construída que impede a perda de líquidos e a entrada de sujidades e bactérias. Ele também atua na hidratação dos cabelos contribuindo com a camada hidrolipídica (CMC – Cimento queratinizado rico em gordura) do cabelo que, em alguns casos, em que há déficit desta camada, o manto hidrolipídico ajudará a recompor. Antigamente, não existia uma gama cosmética para tratar os cabelos, a indicação era escovar os cabelos, de maneira natural, para levar parte desse manto para o comprimento e pontas e assim promover uma nutrição natural. Confesso que ainda uso muito desse veículo a noite antes de dormir e ao acordar.

Passo a passo: como pentear cada tipo de cabelo |

Bom, já deu para perceber que pele saudável resulta em cabelo saudável. Invista em uma alimentação balanceada, rica em proteínas, vitaminas e nutrientes que ajudarão a manter sua cútis em perfeito estado e por consequência seus cabelos.

Quanto aos tratamentos cosméticos, é preciso ter cuidado e critério na escolha certa para ajudar e não atrapalhar. Se você profissional da beleza ainda não dispõe de conteúdo técnico e científico para atuar com mais eficiência e assertividade no diagnóstico e no tratamento para sua cliente, está no lugar certo. O colorimetria avançada e seu 4º degrau lhe ajudará a desvendar todos os mistérios com todas as informações cientificas para essa finalidade, aproveite!

Vamos às respostas de algumas questões:

Faz mal lavar os cabelos todos os dias?

Lavar os cabelos todos os dias implica na adstringência do couro cabeludo, deixando-os extremamente limpos. O organismo leva em média 16 horas para repor seu manto hidrolipídico. Dessa forma, quando há uma limpeza excessiva o organismo entende que precisa repor essa camada o quanto antes em quantidades maiores para gerar uma certa compensação, que resulta em uma oleosidade maior ainda. Por isso, tenha critério e bom senso.

Então quer dizer que quanto mais a pele for pigmentada, mais escura, mais pigmento ela possui?

A média de 0,5% de pigmentação na pele está relacionada a quantidade de pigmentos, porém dentro desse valor pode ter mais pigmentos que dão cor à pele escura do que à pele clara.

Será que as formulações cosméticas têm a capacidade de penetrar a epiderme e chegar até a derme para repor as funções do colágeno e da elastina?

Nem todas, principalmente os cosméticos comerciais que têm um apelo de marketing muito forte, porém, trazem o benefício da sedosidade promovendo a hidratação da pele de forma temporária. Já as formulações cosmecêuticas, tem o poder de permear e ativar as células responsáveis pelo colágeno, elasticidade e até mesmo o crescimento capilar que por alguma razão entrou em inatividade. O importante entender que essas formulações são prescritas por profissionais da área dermatológica, como dermatologistas e tricologistas, alguns deles podem ser manipulados por terapeutas capilares. Requer diagnóstico e muitos dos cosmecêuticas são funcionais através do preparo da pele para uma boa absorção. Podem ser usados alguns estímulos, e outros são por meio invasivo.

 

Até a próxima!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
CARLA LOPES
CARLA LOPES Seguir

Cabeleireira, educadora, colorimetrista, maquiadora profissional e técnica em penteados.

Ler conteúdo completo
Indicados para você