[ editar artigo]

Parabenos, Sulfatos e Silicones: Benefícios ou malefícios?

Parabenos, Sulfatos e Silicones: Benefícios ou malefícios?

PARABENOS

Parabenos são conservantes que impedem o surgimento de fungos e bactérias. Essenciais para que os produtos possam ser mantidos fora de refrigeração.

Existe muito alarde quanto ao uso dos parabenos e afirmações de que eles são disruptores endócrinos. Os parabenos são encontrados em uma variedade muito grande de cosméticos: sombras, esmaltes, cremes, hidratantes, protetor solar, máscaras, pancakes, etc. Muitos afirmam que eles são prejudiciais à saúde, que podem desencadear alergias, irritações e mesmo provocar câncer. Porém, algo que muitas vezes não é levado em consideração, é a quantidade. Não temos como saber se a quantidade que encontramos em nossos

  • PARABENOS QUE SÃO MAIS NOCIVOS À SAÚDE (DISRUPTORES ENDÓCRINOS): PROPYLPARABEN, BUTYLPARABEN, ISOBUTYLPARABEN, ISOPROPYLPARABEN
  • PARABENOS BANIDOS PELA COMISSÃO EUROPÉIA: ISOPROPYLPARABEN, ISOBUTYLPARABEN, PHENYLPARABEN, BENZYLPARABEN E PENTYLPARABEN
  • PARABENOS MENOS NOCIVOS À SAÚDE: METHYLPARABEN, ETHYLPARABEN

PETROLATOS

Os petrolatos são encontrados em vários produtos de tratamento capilar e de pele, especialmente os de valor mais reduzido, pois são componentes baratos, reduzindo muito o custo de produção. São componentes derivados do petróleo e aparecem na composição como mineral oil (óleo mineral), paraffinum liquidum (parafina líquida) ou petrolatum (petrolato). Os petrolatos são emolientes utilizados para deixar os fios mais macios, evitarem que embaracem e para proteger de agressões externas (sol, poluição, umidade). O problema é que eles criam uma película nos fios, insolúvel em água, que se acumula e com o tempo impede que nutrientes cheguem até o fio. Não possuem nenhum tipo de função hidratante, apenas protetora (protege a pele/fios e absorve raios UV).

Se você faz low poo ou no poo, não é recomendado que utilize produtos com grandes quantidades de petrolatos e silicones insolúveis em água (o ideal seria evitar completamente), pois a tendência é de os fios acabarem ficando pesados e com aparência de sujos devido à película que irá se formar.

SILICONE

Falando em questões capilares, os silicones possuem função semelhantes a dos petrolatos: formam uma camada, como um plástico filme, nos fios. Ele ajuda a desembaraçar os fios e controlar o frizz, porém o constante acúmulo de silicone no cabelo pode acabar semelhante ao petrolato, já que muitos dos silicones também não são solúveis em água (porém o silicone possui maior permeabilidade).

  • ALGUNS TIPOS DE SILICONE NÃO SOLÚVEIS EM ÁGUA: CYCLOMETHICONE, DIMETHICONE COPOLYOL, DIMETHICONE, AMODIMETHICONE

Já em cremes de hidratação para a pele, por exemplo, os silicones são utilizados com função de umectante, lubrificante e redutor de viscosidade. Também é utilizado em outros tipos de cosméticos para aumentar a resistência a água e a durabilidade, como em protetores solares e maquiagens. São também encontrados em primers e séruns, pois o silicone preenche os poros da pele e confere uma sensação mais uniforme. Também presente em diversos outros cosméticos, é difícil encontrar produtos que não possuam silicone na fórmula.

  • ALGUNS TIPOS DE SILICONES SOLÚVEIS EM ÁGUA: PEG-DIMETHICONE (OU QUALQUER OUTRO COM FINAL ‘CONE’ E SUFIXO ‘PEG-‘), DIMETHICONE COPOLYOL, METHICONE, LAURYL METHICONE COPOLYOL, LAURYL PEG/PPG-18/18

Assim como os petrolatos, o silicone não trata a pele nem o cabelo, apenas criam uma película que os mascaram e protegem. Possuem função condicionante e não hidratante.

Conclusão final: Não é totalmente prejudicial á fibra os petrolatos e parabenos desde que sejam usados sem exageros uma vez ou outra não acarretará em malefícios.

SULFATO

Usado na maior parte dos shampoos (também em produtos de limpeza), o sulfato é uma substância que possui uma função detergente poderosa e tem um baixo custo. Responsável pela espuma e remoção de gordura e de sujeira. O problema é, além do sulfato ser um produto muito agressivo, nas marcas mais comuns ele geralmente aparece no topo da lista de ingredientes, ou seja, existe em uma quantidade absurda no produto. O uso frequente de shampoos com muito sulfato pode resultar em ressecamento dos fios, cabelo quebradiço e também no aumento da oleosidade do cabelo (o organismo identifica pouca existência de oleosidade na raiz dos fios, fazendo com que as glândulas sebáceas produzam cada vez mais sebo para proteger o couro cabeludo).

  • OS SULFATOS MAIS AGRESSIVOS GERALMENTE POSSUEM NOME QUE COMEÇA COM SODIUM, AMONIUM OU POSSUEM SULFATE NO NOME (SODIUM LAURETH SULFATE, SODIUM LAURYL SULFATE, AMMONIUM LAURETH SULFATE, TEA-DODECYLBENZENESULFONATE).
  • ALGUNS SULFATOS SUAVES: COCAMIDOPROPYL BETAINE, COCO BETAINE, DISODIUM COCOAMPHODIPROPIONATE, SODIUM COCOYL ISETHIONATE, BEHENTRIMONIUM METHOSULFATE, DISODIUM LAUTRETH SULFOSUCCINATE.

SAL

O Sodium chloride é um agente de limpeza que pode ser encontrado em algumas marcas de creme dental e em shampoos. Seu uso frequente pode desidratar o cabelo e deixá-lo seco e sem brilho. É recomendado que pessoas que fazem tratamentos químicos no cabelo, como descoloração, não usem produtos que contenham sal, pois pode fragilizar ainda mais os fios.

  • GERALMENTE, OS SHAMPOOS MAIS POPULARES/CONHECIDOS CONTÉM SODIUM CHLORIDE. E GERALMENTE QUANDO A EMBALAGEM DIZ NÃO CONTER SAL AINDA ASSIM ELE CONTÉM SULFATO (GERALMENTE UM DOS TRÊS PRIMEIROS ITENS DA LISTA).

 

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você