[ editar artigo]

Oxidantes e suas diferenças

Oxidantes e suas diferenças

Olá, vamos conversar um pouco sobre oxidante e suas diferenças?

Quando optamos por trabalhar com determinada empresa de coloração, sempre bate a dúvida sobre o oxidante: Será que preciso utilizar o oxidante da mesma marca da minha coloração? 

Bem, hoje temos uma grande quantidade de empresas nacionais e internacionais no mercado que nos oferecem uma vasta opção de oxidantes, e você sabe como analisar qual é o melhor para seu uso? Qual é o mais indicado, aquele que faz você economizar na hora da compra?

Então vamos lá!

Os oxidantes precisam ter estabilidade, mas como? Bom, é o que vai fazer seu produto se manter na mesma volumagem do início ao final do seu uso... então se ele é de 40 vl, ele tem que se manter assim, pois ao abrir e fechar várias vezes durante o nosso dia no salão, ele entra em contato com o ar e se não for estabilizado, a medida em que você usa ele pode cair para 30 vl, 20 vl ou até mesmo 10 vl, e dessa forma fica muito complicado de se trabalhar, pois é o oxidante que vai determinar quantos tons você irá clarear do cabelo. Então sendo instável, você pode ter resultados indesejáveis na hora de entregar uma cor a sua cliente e não somente isso, ao usá-lo na descoloração se ele perdeu a volumagem, pode atrasar seus trabalhos de mechas.

E como eu identifico esses produtos no mercado?

Primeira coisa, na maioria das vezes, oxidantes estabilizados são mais grossos, os desestabilizados, são mais líquidos... mas prestem atenção, isso não é uma regra, é apenas um ponto de partida para que você comece analisar seus produtos, pois existem no mercado oxidantes de vários valores, mas isso não determina a qualidade dele. É claro que empresas profissionais de maior qualidade e tecnologia entregam oxidantes estáveis, e muitas vezes está escrito no próprio produto... algumas empresas mais populares que não tem tanta tecnologia, não conseguem oferecer essa estabilidade, por isso precisamos analisar cada uma dessas empresas e em caso de dúvidas devemos também ficar atentos observando se seus resultados em colorações estão de acordo com a volumagem usada, mas claro, levando em conta a matemática da colorimetria para obter seus resultados, onde usamos 20 vl para clarear até 2 tons, 30 vl até 3 tons e 40 vl até 4 tons.

Por isso, liberte-se! Você não precisa usar oxidante da mesma marca da coloração, mas é claro que se ela for estabilizada e gerar um bom lucro, então ótimo!!!

Segue abaixo, alguns itens para você fazer uma análise e escolher o oxidante  que cabe melhor no seu bolso e que seja de boa qualidade e alguns cuidados que se deve ter:

  1. Mantenha seu ox em local arejado e sem exposição ao sol, pois nesse caso até os que são estáveis podem sofrer alterações.
  2. Procure trabalhar com empresas de melhor tecnologia, que podem nãos ser as mais caras, mas evite as que são muito populares.
  3. Existe um medidor de pH disponível na internet e em algumas lojas físicas que podem te ajudar a identificar o pH dos oxidantes que devem ser de 2,5 a 3,8 para serem considerados estáveis. Você pode também usá-lo par medir o pH de todos os seus produtos.
  4. Ao abrir e utilizar seu produto, feche no mesmo momento, pois não é porque ele é estabilizado que pode ficar aberto não é?
  5. Evite comprar os oxidantes que se encontram um pouco expandidos, aqueles que parecem um João bobo rs....😜, pois esses já estão perdendo a sua  volumagem e não irão durar muito tempo.

Espero ter ajudado com essas dicas que foram para mim super importantes e fizeram total diferença nas minhas escolhas e no meu bolso.

Segue abaixo um link onde eu e outros tutores, por meio de uma super live com o mestre Alejandro Valente estamos esclarecendo dentre essa e muitas outras dúvidas. 

Beijos à todos!

Cristiane Rodrigues

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você