[ editar artigo]

Montar uma cor com o que você tem em estoque

Montar uma cor com o que você tem em estoque

Você tem muitas cores em estoque mas não tem exatamente a cor que precisa... e agora?

Já vi alguns colegas pegarem um pouco de coloração de uma cor, juntar com outra cor. A escolha sempre tem que ser próxima da cor que é o desejo da cliente e  fazer uma mistura de umas 3 cores diferentes, sem levar em conta a quantidade exata e nem a soma de cores criadas para ser aplicada no fundo de clareamento, fica uma cor satisfatória? Sim, mas o grande problema é quando a cliente ama a  cor e não abre mão, quer sempre usar essa mesma cor, como vai fazer o retoque depois e garantir que a cor fique igual novamente?

Pensando em aproveitar melhor as cores que você tem em estoque, te apresento uma maneira técnica baseada em conhecimento em colorimetria capilar, para você fazer cor com planejamento técnico sobre a matemática da colorimetria e reproduzir a cor quantas vezes você quiser.

  • Detalhe importante: 

As bases são formadas com pigmentos menores em maior quantidade, por isso cria maior preenchimento da cor.

Os reflexos contidos juntos nas bases são em menor quantidade, por isso é importante que estejam na mesma quantidade pela altura de cor.

Você terá algumas opções para criar sua cor, vou te apresentar 3 exemplos para que a partir da aqui você seja motivado (a) a ser artista das cores.

 Regra do 11

Na regra do 11 temos que entender que o número 11 representa a posição de reflexo, porque o que será usado na produção de cor com essa técnica é: coloração base neutra para a altura de cor escolhida na criação da cor desejada, como as bases são formadas em 10 alturas padronizado, na regra do 11 será somada a base, o reflexo na quantidade de cor corresponde a altura da cor, 1 grama por altura, quanto mais distante do número representativo 11 mais quantidade de cor será usada, a soma é feita 1 tom por altura até chegar no 11.

Exemplo: Se a cor criada está em altura de 5 e o desejo é 5.3 você vai romper 6 alturas de base adicionando 1 grama por altura de cor até 11 a posição do reflexo, até chegar ao 11 adicionou 6 g de dourado, tendo assim o 5.3. 

Quanto mais clara a cor, menos será a quantidade de reflexo adicionado.

Exemplo: 9.1, partindo da altura de cor 9 até 11, irá romper 2 altura de cor adicionando 1 g por altura, até chegar no 11, 2 g de cinza será adicionado.

Vai precisar fazer uso de corretores para criar reflexo em uma base, como 9.1 (60 g de 9.0 + 2 g de corretor cinza).

Alturas de cores diferentes

7.3  (30 g de 6.0 + 30 g de 8.0 = 60 g 7.0) + 4 g de corretor amarelo.

Regra de proporção sobre cor pronta

Como vai trabalhar com cor pronta que tem em sua formulação as seguintes quantidades em pigmentos, veja:

Para 2 reflexos (50 % de base, 30 % 1° reflexo, 20 % 2° reflexo. Para fazer a proporção correta, considerando que a coloração já está com quantidade de base suficiente para o reflexo, é necessário fazer o cálculo sobre 100 % de reflexo para que ele apareça sobre a quantidade de base, porque com essa soma terá 100% de base, então terá que ter 100 % de reflexos em proporções diferentes para cada reflexo.

Exemplo: 60 g 9.2  x 60 % para o 1° reflexo .2 = 36 g.

60 g 9.1 x 40 % para o 2° reflexo = 24 g.

9.21 > 36 g de 9.2 + 24 g de 9.1 

Com base em conhecimento em matemática da colorimetria é possível criar reflexos em bases com adição de corretores e juntar uma coloração com outra e formar os reflexos desejados. 

Nos vemos por aqui no Educadores da Beleza.

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Elizete Jardim. Colorimetristaconsultira
Elizete Jardim. Colorimetristaconsultira Seguir

Elizete jardim , cabeleireira Consultora on-line,pecializada em colorimetria , Colorimetria Avançada By Alejandro Valente. E especializada em cortes avançados Academia do c Corte. Claudiney Ravaglia e Alejandro Valente. elizetesouzajardim@gmail.com

Ler conteúdo completo
Indicados para você