[ editar artigo]

Formol- Um vilão à solta!

Formol- Um vilão à solta!

Pessoas estão morrendo!

Mesmo proibida pela ANVISA com a função de alisar os cabelos, esta substância é mascarada pelos fabricantes, que agora utilizam derivados do formol nos produtos para alisamento e indicam nos rótulos os seus nomes científicos.

O formol, que antes era usado em estado líquido, reaparece em estado gasoso após ser aquecido com a chapinha ou o secador – o calor provoca uma reação química e transforma certas substâncias em formol.

Como identificar o formol nas escovas progressivas?

 Para evitar riscos à saúde, é preciso se informar. Pergunte à sua cabeleireira sobre o ativo utilizado para alisamento na escova progressiva que você escolheu. E mais: peça para ver a embalagem e confira no rótulo se alguma das substâncias abaixo está presente na formulação – todas essas substâncias abaixo pertencem à família do formol e são proibidas pela Anvisa, pois causam os mesmos prejuízos à saúde. Confira:

  • Methanal (Metanal)
  • Óxido de Metileno
  • Oxymethylene (Oximetileno)
  • Methylaldehyde (Metil aldeído)
  • Oxomethane (Oximetano)
  • Formalina (Formalin)
  • Aldeído Fórmico
  • Methylene Glycol
  • Ácido glioxílico

Mas pode ser ainda pior: algumas indústrias cosméticas usam estes derivados do formol, mas simplesmente omitem as informações no rótulo. E agora, o que fazer?

É preciso ficar atento a alguns indícios característicos de uso do formol nas escovas progressivas, como:

- Ardência e lacrimejamento dos olhos;
- Falta de ar;
- Tosse;
- Dor de cabeça;
- Vertigem;
- Irritação cutânea;
- Náusea;
- Ardência e coceira no nariz;
- Cheiro forte do produto no cabelo ao receber o calor da chapinha ou secador.

 Riscos à saúde

O risco do formol e sua aplicação indevida é tanto maior quanto maior a concentração e a frequência do uso, e se dá pela inalação dos gases e pelo contato com a pele, sendo perigoso para profissionais que aplicam o produto e para usuários.O formol é considerado cancerígeno pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Quando absorvido pelo organismo por inalação e, principalmente, pela exposição prolongada, apresenta como risco o aparecimento de câncer.

Veja quais são os riscos a curto, médio e longo prazo para a saúde das pessoas:

- Dor de cabeça;
- Vertigem;
- Irritação no nariz, nos olhos, nas mucosas e no trato respiratório;
- Edema pulmonar;
- Malformação fetal;
- Câncer nas regiões do nariz, da boca, da garganta, da bexiga e do pulmão;
- Leucemia.

O que realmente alisa?

 Os produtos liberados pela Anvisa com o propósito de alisar os cabelos são: ácido tioglicólico (amônia), hidróxido de sódio, hidróxido de amônio, hidróxido de potássio, hidróxido de lítio e hidróxido de guanidina. Existem ainda ativos à base de carbocisteína e podem ser identificados no rótulo das escovas progressivas como glyoxyloyl carbocysteine e glyoxyloyl keratin amino acids – é a tecnologia do Pro Liss 100.

Se não há nenhum destes compostos indicado na formulação do alisamento, desconfie. Denuncie!

O uso indevido do formol é considerado crime hediondo pela legislação brasileira, de acordo com o art. 273 do Código Penal. Quem acrescentar formol ou qualquer substância a produto acabado, pronto para uso, pode ser preso por até 15 anos, sem direito a fiança.

* FIQUE ATENTO!!

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Regina Lopes
Regina Lopes Seguir

Cabeleireira Profissional e Técnica Colorimetrista By Alejandro Valente

Ler conteúdo completo
Indicados para você