Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
BACK

Estrela de Oswald

Estrela de Oswald
Analuzisantos.97
Jan. 16 - 3 min read
080

Formado por dois triângulos onde um deles é invertido, a estrela de Oswald é um auxílio para os colorimetristas. Você deve está se perguntando como algo que tantos temem ou nem conseguem entender pode nos auxiliar! A resposta é bem simples. A estrela de Oswald não é um bicho de sete cabeças como muitos pintam; quando você começa a entende-la, ela fica bem fácil e eu vou te mostrar como. A estrela é formada basicamente por dois triângulos, como eu já tinha destacado acima. No primeiro triângulo, se encontra as cores primarias, as quais foram criadas por Deus, que são: eumelanina( azul), feumelanina ( amarelo) e tricossiderina ( vermelho). Cada uma localizada nas extremidades pontiagudas; no segundo triângulo, o invertido, onde se encontra às cores secundárias, que são as misturas de duas cores primárias, ou seja,  o azul com amarelo, a qual dá origem ao verde, o azul com vermelho originando o roxo/violeta e o vermelho com amarelo, dando origem, portanto, ao laranja.  Assim, as três cores secundárias são criadas, verde, laranja e roxo/violeta. Ao sobrepor os dois triângulos forma - se a estrela, e no centro dela temos o marrom; o marrom é uma cor neutra,  quando ouvir falar em neutralização, quer dizer que levou para o marrom. E como o marrom é formado?

A origem do marrom se dá através da mistura das três cores primárias, azul, amarelo e vermelho; quando essas três cores se unem, temos a neutralização da cor, ou seja, temos o marrom. Sabendo disso, voltamos a grande questão: como a estrela pode nos auxiliar?

Já que a estrela é formada por dois triângulos e em três extremidades pontiagudas se encontram uma cor primária, as três extremidades opostas às primarias estão as cores secundárias, e traçando uma linha ponta com ponta, obtemos uma neutralização, isso porque na cor secundária temos duas cores primárias e a cor restante para formar o marrom está na outra ponta, fazendo com que haja a neutralização. Assim sendo,  ficou fácil de entender, não é?

Quando tiver alguma dúvida de quem neutraliza , é só olhar a cor oposta. Além disso, na estrela também se destaca as cores frias e as cores quentes. E como saber qual cor é fria ou a cor quente? As frias contém a presença do pigmento azul, ou seja, o verde, o violeta/roxo e o próprio azul, e todas as outras cores que não contém o azul são cores quentes, ou seja, vermelho, amarelo e laranja. E aí, agora ficou mais fácil entender um pouco da colorimetria capilar, não é?


Report publication
    080

    Recomended for you