[ editar artigo]

Diagnóstico, você faz? Em clientes novas? Em clientes turistas? Em todas?

Diagnóstico, você faz? Em clientes novas? Em clientes turistas? Em todas?

A cliente fez mechas com você por muito tempo, só que já algum tempo andou sumida e agora voltou querendo fazer mechas. Ou é a primeira vez que você vai atendê-la.

E agora como proceder?

Vou te falar aqui alguns procedimentos de como devemos agir no trabalho a realizar, sem nos causar problemas.

Comece uma conversa com a cliente. Nessa conversa, procure saber o que ela usou e fez nesse cabelo durante todo esse tempo que passou sem ir no seu salão, ou pra aquela cliente nova que você vai atender pela 1ª vez.

Quais foram as químicas que usou no cabelo, se ela descoloriu, depois se arrependeu e escureceu, se fez relaxamento com tioglicolato de amônio, guarnidina?

Pergunte também se fez progressivas (muitas vezes ao perguntar se tem progressiva, ela diz que não)... Só que ela não sabe que botox, selagem, escova marroquina, de chocolate, de morango, etc e tal, são progressivas e que muitos profissionais vendem como tratamentos.

Tem também os produtos que são usados com água. Ex: Natucor, bigen, henna, nutrisse e outros. Essas colorações não são compatíveis com amônia, então quando acontece o encontro das químicas acontece um super aquecimento. Então o cabelo sofre e  pode se perder o cabelo.

Nessa conversa com a cliente ela irá se abrir com você... E se ela mentir???

Por isso, não confie só na palavra dela, pois você quer realizar o trabalho, ela quer que você faça, mas quem vai dar o aval para que o trabalho seja realizado é o cabelo, certo? Por isso, ali mesmo durante a conversa, leve-a ao lavatório, e ao lavar o cabelo dela, você verá a elasticidade do fio, pois o cabelo seco pode aparentar mais forte, mas ao molhar, desfaz-se as pontes de hidrogênio que fazem parte do fio. 

Então se você puxar uma mechinha molhada e esse fio ficar elástico (tipo uma molinha) você já sabe que esse cabelo não está apto ao pó descolorante.

Na sequência você leva a cliente para cadeira, seca o cabelo e vai fazer o teste de mechas, (dê preferência em 3 pontos diferentes). 

Nesse teste você verá o tempo que o cabelo irá resistir ao pó descolorante, e se vai chegar ao fundo de clareamento ideal para entregar a cor de desejo da cliente e também se o cabelo está com saúde.

Se com 50 minutos ou menos, o cabelo começar a ficar sensível, você saberá que irá precisar de 40 minutos ou menos para tirar os papéis no fundo que vai precisar para entregar a cor de desejo da cliente.

Você deverá contar o tempo de ação do produto, assim que colocar a mistura no cabelo e não depois da cabeça montada. Defina a técnica que vai usar, de acordo com a possível foto que a cliente vai lhe apresentar. 

Na hora de fazer o processo, comece com uma ox de menor volume, para ter mais tempo para trabalhar as mechas, sem ter que estar olhando toda hora se já está na hora de limpar a mecha.

Depois do processo de tonalização, faça uma boa reconstrução e finalização.  

Na hora de fazer a tonalização você precisa conhecer o produto que está trabalhando. Saber se ele entrega um resultado mais frio, mais dourado, mais bege, mais natural, se entrega resultado mais cinza, mais platinado, ou se chumba rápido, pois nomenclaturas iguais, de empresas diferentes entregam resultados diferentes. E ao usar os produtos na cliente, você já tem que ter feito seus testes. A cliente não pode ser cobaia...

Espero ter ajudado, qualquer dúvida estou a disposição.

Josefa nunes

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você