[ editar artigo]

Descubra quem está vivendo no seu couro cabeludo e cílios

Descubra quem está vivendo no seu couro cabeludo e cílios

Já aconteceu com você de dar aquela preguicinha de lavar os cabelos? Costuma ficar mais de 2 dias sem lavá-los? É  muito oleoso? E aquela massinha branca também tem?

Sua cabeça pode estar sendo povoada por ácaros Demodex Folliculorum e Demodex Brevis, duas espécies microscópicas. Que se instalam nos cílios,  sobrancelha, couro cabeludo e ouvidos, muito comum em adultos.

Sabe aquele cheirinho desagradável que achamos ser da oliosidade do cabelo quando ficamos 2 a 3 dias sem lavar? É causado pelo Demodex, que se alimenta da oleosidade e células mortas.

Seu lugar preferido são as glândulas sebáceas. São microscópios e medem de 0,02 mm a 0,04 mm e sobrevivem cerca de 2 semanas. 

Amarelo fio de cabelo, verdes Demodex.

Não possuem tubo digestivo, acumulam os dejetos dentro do seu corpo até eclodir; e os restos mortais ficam no couro cabeludo dando mau cheiro e podendo causar alergias e infecções. 

A fêmea costuma colocar os ovos no interior do folículo piloso ou das glândulas sebáceas. Depois de 7 dias se transforma em adultos. 

Alguns hábitos podem estar intensificando a formação excessiva dessa camada de sebo  sobre o couro cabeludo. Exemplo:

  • Fazer co-wash e não retirar o produto corretamente.
  • Não realizar massagens frequentes no couro cabeludo (na hora de lavar).
  • Aplicar produtos com petrolatos e parafinas na região.
  • Estresse em excesso.
  • Falta de higienizacão das fronhas (sim, fronha suja causa isso).
  • Ingestão diária de alimentos gordurosos.
  • Dormir com os cabelos molhados ou abafados. Molhados em chapéus e toucas.
  • Imunidade baixa. 

Tudo isso pode contribuir para a produção de mais óleo no couro cabeludo, alimento farto para o demodex. 

Controlar a produção de sebo e eliminar o excesso é essencial na prevenção e no tratamento de uma infestação. 

Há muitos shampoos que possuem fortes produtos químicos que podem desequilibrar o pH do seu cabelo e pele, levando a uma alta produção de sebo;  o melhor é usar produtos para cabelos mais suaves e naturais, afim de evitar infestações desses ácaros. Higienizar pentes e escovas para evitar o contágio. 

Agora que você já conhece esse inquilino nada agradável,  não deixe de comparecer no salão para cuidar não só das madeixas mas também do couro cabeludo. 

Ácaros, parasitas, fungos e bactérias são os maiores responsáveis por quedas e calvícies precoces. 

Cabelo bem cuidado começa pelo couro cabeludo saudável. 

Deixe seu comentário se este assunto foi relevante para você. 

 

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você