[ editar artigo]

Descoloração: Por que há dificuldade na abertura de fundo de clareamento?

Descoloração: Por que há dificuldade na abertura de fundo de clareamento?

Nós últimos anos tenho enfrentado um grande problema na descoloração.

Por mais que tenha buscado fazer uso dos melhores produtos, me especializado em colorimetria, o que me ajudou muito a entender o que acontece e como lido com isso para entregar os melhores resultados, sempre me confronto com o problema de não conseguir alcançar mais fundo de clareamento tanto quanto eu queria.

Então resolvi estudar mais o assunto e quero dividir com você meus estudos.

Fique a vontade pra relatar se você enfrenta esse problema também. E como resolveu pra alcançar os resultados desejados.

O primeiro passo pra chegar em um entendimento que me ajudasse a tomar as decisões certas para o processo escolhido ao executar os trabalhos de mechas foi entender mais a estrutura do fio de cabelo, pois ele é onde executo o trabalho.

Então entendi melhor sobre as três principais estruturas do fio de cabelo.

• Cutículas;

• Córtex;

• Medula.

Falando sobre cutículas, são várias camadas que recobrem o fio, o que determina se vão ficar abertas (eriçadas) são os produtos aplicados nelas. No fio do cabelo na cutícula se encontra o principal aminoácido, cisteína.

A medula é constituída pelo principal aminoácido, cistina. A medula é a célula que direciona a fibra capilar que sustenta o cabelo.

Córtex é constituído do principal aminoácido tirosina.

Em se tratando de córtex estamos falando de uma parte profunda do fio do cabelo.

Podemos dizer que o córtex é o coração do cabelo, se não tiver a proteção devida mantendo sua integridade, deixamos alguém sem cabelos.

Percebeu que é nessa parte profunda onde estão as principais pontes de sustentação do fio que temos de entrar para fazer a descoloração e modificações de cores ? Porque é lá que se encontram os pigmentos naturais da cor do cabelo que temos que modificar.

A modificação mais transformadora é feita com pó descolorante.

O pó descolorante tem o pH 10, podendo variar em algumas empresas, mas a grande maioria das empresas tem este como o pH do pó descolorante.

Um pó descolorante clareia mais do que outro pela quantidade de persulfato, que nas empresas profissionais em média é de 17,5.

Mas é uma realidade bem evidente que vivemos em tempos de cabelos selados por produtos ácidos, que vem trazendo grandes dificuldades em conseguir fundo de clareamento uniforme.

Diante disso vejo profissional usando como recurso o uso de máscaras matizadoras após a tonalização das mechas para alcançar o tão desejado loiro mais frio possível.

A grande questão é: Por quanto tempo essa que se mostra ser a solução mantém o loiro bonito fiel ao desejo da cliente?

Como profissional especializado cabe a nós encontrarmos a solução real baseada em conhecimento técnico, em todo o conjunto, estrutura de fio de cabelo, reação química de produtos cosméticos, matemática da colorimetria capilar.

Conhecendo como ocorre a reação química do produto no cabelo você saberá que o cabelo poderá ficar exposto ao produto só o tempo suficiente para a retirada dos pigmentos, deixando íntegra sua estrutura fisiológica que mantém o fio inteiro sem perdas cuticulares e corte químico.

O que te leva a entender que quando não é atingido o grau de clareamento necessário, após observação da resistência do fio o repasse de pó descolorante deve ser feito com uma força menor que no primeiro processo, lembrando de limpar o fio para retirar a mistura anterior, para aplicação da nova mistura (não tem necessidade de lavar o cabelo).

Faça esse procedimento em todas as mechas onde houver necessidade para que haja uniformidade no fundo de clareamento.

Com o fundo de clareamento uniforme, você conseguirá trabalhar com uma única altura de tom de acordo com o fundo de clareamento alcançado, sabendo que as cores mais frias para loiros é possível com fundo de pigmento azul, verde. Podendo entregar loiros platinados, com 8.89 + azul , 9.1+ azul , 9.1 com a garantia da fixação da cor em processo de tonalização em pausa de 25 minutos.

Com a especialização técnica em colorimetria, você estará preparado para resolver os problemas que surgem e te impedem de entregar o resultado desejado por sua cliente.

Eu recomendo 👇

Espero que essa informação tenha te ajudado, pois meu propósito é te ajudar ser o seu melhor.

Até breve!

Você pode me encontrar também

👇

https://www.facebook.com/elizetejardimcursosonline/

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Elizete Jardim. Colorimetrista
Elizete Jardim. Colorimetrista Seguir

Elizete jardim ,especializada em colorimetria , Colorimetria Avançada By Alejandro Valente. E especializada em cortes avançados Academia do c Corte. Claudiney Ravaglia e Alejandro Valente. elizetesouzajardim@gmail.com

Ler conteúdo completo
Indicados para você