[ editar artigo]

"Corte químico"... Você sabe o que é, e quando acontece?

O corte químico acontece como um erro em um processo químico no cabelo como: 

Coloração

Descoloração

Alisamentos  (tioglicolato de amônia, hidróxidos de guanidina, sódio, lítio).

 Acontece quando?

Quando se junta ativos químicos incompatíveis, ou seja, produtos com algum tipo de metal, com amônia (hidróxido de amônia, persulfato de amônia) que contém na coloração e pó descolorante, que em contato com algum tipo de metal (nitrato de prata, acetato de chumbo). Acontece uma reação química, o cabelo começa a esquentar e quando o cabelo esquenta ele começa a liberar sua camada hidrolipídica (água), isso mesmo "ÁGUA", na tentativa de se resfriar.

Já aconteceu com você, ao fazer mechas no papel alumínio e o cabelo pingar água?

Essa água não é do produto, e sim do cabelo. Quando isso acontece, ele não tem como se regenerar, nesse caso não adianta fazer tratamento (queratina, aminoácidos). Nesse momento o cabelo se rompe e acontece o " CORTE QUÍMICO", pode ser de imediato, no lavatório ou aos pouco por dias.

A chave do sucesso quando se trata de química é a prevenção, por isso a necessidade do teste de mechas, não como um "diferencial" e sim como "obrigação", quando se processar quimicamente um cabelo.

Somente o teste de mechas nos mostra o que precisamos saber para trabalharmos com segurança e o tempo que esse cabelo resiste a química aplicada sem danos e evitar o "CORTE QUÍMICO".

Educadores da Beleza - Colorimetria
Ler matéria completa
Indicados para você