[ editar artigo]

Coloração

Coloração

A fibra capilar é que determina a sua cor original, que vai do preto ao louro claríssimo. Os pigmentos podem ser difusos ou granulosos, o primeiro  apresenta tons que variam entre o amarelo claro e avermelhado, o segundo vai do avermelhado ao preto.

Quando há predomínio dos difusos, as cores são mais claras e os granulosos representam as tonalidades mais escuras.

A coloração por oxidação tem dupla ação, clareia e colore, no entanto ela só clareia fios naturais... esse clareamento pode chegar até quatro tons. 

Para acertar no serviço é preciso se certificar de qual será o resultado da combinação da cor do cabelo, com a cor que vai aplicar.

Nesse caso, o teste de mechas elimina dúvidas e evita surpresas desagradáveis,  ele é realizado aplicando um pouco de coloração em uma mecha do cabelo, para ver o resultado. 

Como cada área pode ter um comportamento diferente em contato com a química, o ideal é examinar diferentes zonas, como nuca, próximo a orelhas e no topo da cabeça. Depois de escolher a coloração aplique corretamente.

Para cores vibrantes, comece pelo comprimento e pontas e depois a raiz deixando de 1 a 2 cm, pois o couro cabeludo é mais quente, pode resultar num tom mais claro próximo à ele.

Quando os fios são coloridos

Caso precisem ser clareados em mais de um tom, deve-se recorrer à um desses procedimentos: decapagem (remove) pigmentos artificiais, ou descoloração.  Também temos o shampoo desodorante, que é mais suave. 

Se o cabelo está muito fragilizado por químicas anteriores, não faz sentido agredir mais a fibra capilar, daí o uso do tonalizante do mais indicado. 

Uma boa análise prévia, atenção do profissional, que não deve tirar o olho do cabelo, evita erros e garante o sucesso do serviço. 

Uma boa conversa com a cliente é a base para um bom resultado.

Obrigada Equipe Valente!

Ivete Pires

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você