[ editar artigo]

Círculo cromático – O que é e para que serve?

Círculo cromático – O que é e para que serve?

Ao realizarmos qualquer tipo de matização, neutralização ou direcionamento de cor devemos sempre utilizar o círculo cromático para que não apareça nenhuma cor indesejada e consigamos atender ao desejo da cliente. Através dele nós podemos trabalhar também com as cores fantasias, principal pedido entre os adolescentes e públicos mais descontraídos. Todos querem fazer mudanças, mas ficam com receio de estragar os cabelos na hora da descoloração.

Utilizando o círculo cromático podemos descolorir o cabelo atendendo ao desejo da cliente e, quando a cor solicitada for desbotando e ela retornar ao salão, podemos adicionar uma nova cor apenas direcionando o reflexo, sem a necessidade de uma nova descoloração. Temos somente que tomar cuidado para não utilizar cores opostas próximas uma da outra para não criarmos um efeito de neutralização e acabarmos por criar uma cor marrom. Podemos até usar cores opostas um uma mesma mecha, mas primeiro temos que seguir no círculo cromático colocando cores análogas, uma do lado da outra, até chegarmos na cor oposta, deixando sempre uma distância entre elas.

Nas cores opostas ou complementares, nós iremos trabalhar a neutralização ou a matização de uma cor indesejada. Conseguimos verificar a cor que está no cabelo e, nos baseando pelo círculo buscaremos a cor oposta a que está. Exemplo: Se o cabelo está laranja, para retirarmos a cor indesejada iremos usar o azul e, então, o cabelo se tornará marrom, sem reflexo, pois a junção das três cores primárias (azul, vermelho e amarelo sempre dará marrom).

Círculo cromático – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

Já na matização, teremos o mesmo resultado da neutralização, só que de forma temporária, visto que o pigmento existente na matização não possui boa fixação no fio. Por ser um pigmento granuloso, o mesmo acaba não conseguindo penetrar dentro do fio. A matização ocorre de forma externa e com algumas lavagens, a cor aplicada acaba saindo e mostrando o fundo de clareamento do cabelo.

Nos direcionamentos de cor, utilizaremos cores análogas (uma do lado da outra), meio complementares (em que formam um triângulo mais fechado no círculo cromático), retângulo, quadrado e a triangulação para criarmos cores fazendo uma junção das cores primárias em proporções diferentes para termos novas cores das cartelas existentes.

O círculo cromático é utilizado em todas as áreas onde temos a oportunidade de trabalhar com cores, ou seja, cabelos, maquiagens, roupas, pinturas, etc. E para se trabalhar com as cores, precisamos ter um ambiente com bastante luz natural ou com lâmpadas próprias para não haver uma confusão, ou sermos influenciados pela iluminação indireta. Assim, conseguiremos criar cores fidedignas ao que idealizamos e ao pedido da cliente para que não haja erros.

Cabelos coloridos

Os 55 Cabelos coloridos mais incríveis do Instagram | Manu Luize

 

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Ler conteúdo completo
Indicados para você