[ editar artigo]

Ativos nos cosméticos capilares, para que serve?

Ativos nos cosméticos capilares, para que serve?

Nós cabeleireiros hoje em dia não nos contentamos mais só com a ação de comprar o produto para usar no cabelo da cliente, nós buscamos saber qual é a formulação química do produto, por isso estamos atentos ao que é descrito no contra - rótulo para ver se confere com o resultado prometido.

Mas muitas vezes o que conhecemos como ativo se encontra com outro nome na descrição do rótulo, o que fica difícil para nós cabeleireiros identificar exatamente se o produto tem os ativos que queremos. Pensando nessa dificuldade vou dividir com você o que sei sobre ativos cosméticos capilares e você também pode dividir o que sabe.

É importante saber que em geral a base química dos produtos são as mesmas e algumas marcas adicionam alguns ativos a mais para ter um produto em melhor padrão dentro da filosofia comercial da marca.

Também é importante saber que os rótulos também seguem um padrão semelhante na maioria das marcas, muitas vezes nem tudo que está no contra- rótulo está no produto ou nem tudo que está no produto está no contra-rótulo, você com seu conhecimento em resultado no cabelo que vai conferir, aprovar ou reprovar o produto com base em seu conhecimento e resultado.

Matéria-prima para cosméticos pode incluir ésteres de ácidos graxos, anfóteros, alcanomalidas de óleos vegetais, sais quaternários de amônio, bases peroladas, bases autoemulsionantes, bases amaciantes, entre outras substâncias químicas.

Alguns dos ativos mais comuns usado hoje na indústria de cosméticos capilar são:

Cetrimonium Chloride: É uma substância da família dos agentes condicionantes. O Cetrimonium Chloride é da subdivisão dos Sais Quaternários de Amônia, ingredientes presentes em muitos produtos de condicionamento e tratamento dos mais baratos aos mais caros.

Dimeticone: É um polímero à base de silicone sintético usado como protetor da pele e cabelo. É o segundo ingrediente usado como hidratante mais comum encontrado nos cosméticos como hidratantes depois do óleo mineral  (petrolato) para a ação suavizante e flexibilidade.

Hexyl Cinnamal (também hexil cinâmico aldeído): É um composto sintético fragrante, com aroma apimentado cinâmico, com notas florais, semelhantes a jasmim.

São ingredientes ativos responsáveis por condicionar e desembaraçar os cabelos, diminuindo a carga eletrostática, melhorando a penteabilidade, maciez e brilho.

Glicerina: Em produtos cosméticos, a glicerina é usada como agente hidratante devido às suas propriedades higroscópicas (que atraem a água), ela ajuda na difusão de emulsões de água e óleo e cria ação de suavidade.

Chlorid de sidiun: Cloreto de sódio é usado em produtos cosméticos como (cloreto de sódio), é utilizado na fabricação dos xampus como espessante, para dar consistência, fazer espuma e encorpar o produto. O principal ingrediente de um xampu são os tensoativos, sendo os mais comuns o lauril sulfato de sódio ou o lauril éter sulfato, sua fórmula química é NaCl, Cocamidopropil Betaína é um tensoativo anfótero (pode ser aniônico ou catiônico) suave derivado do óleo de coco e dimetilaminopropilamina. Por ser um importante estabilizador de espuma.

Cocamidopropyl Betaine: O Cocamidopropyl Betaine é um surfactante. Isso significa que esse produto diminui a tensão superficial dos líquidos envolvidos na composição. Além disso, auxilia na uniformidade do produto, influi na viscosidade e impulsiona a espuma. Cocamidopropil Betaína é um tensoativo anfótero (ora age como acido ora como alcalino) suave derivado do óleo de coco e dimetilaminopropilamina. Por ser um importante estabilizador de espuma, cocoamidopropil betaína tem sido utilizado como tensoativo secundário em diversos produtos cosméticos, de higiene e limpeza, suas características toxicológicas. Sua toxicidade é tão baixa que é comumente aplicada em produtos de higiene oral.

Betaína: em  produtos cosméticos, ela é usada como hidratante, por ser capaz de liberar a água previamente absorvida. A betaína é obtida a partir do melaço.

PEGs: O polietilenoglicol é o polímero formado a partir do etileno glicol, sendo popularmente conhecido pela sua forma abreviada PEG. Essa substância é bastante utilizada como espessante, emulsificante ou solvente, principalmente em cosméticos que possuem consistência cremosa.

O estearato de PEG-100: É um éster sólido, esbranquiçado, de polietilenoglicol (um ligante e amaciador) e ácido esteárico. As qualidades de surfactante de estearato de glicerila e estearato de PEG-100 permitem que o óleo e a água se misturem.

Benzoato de benzila: É um ingrediente natural de diversos óleos essenciais usados para melhorar o perfume de produtos cosméticos. 

Metilparabeno: Faz parte da classe dos parabenos, pode ser usado em cosméticos e em fármacos. O Metilparabeno é um agente antimicrobiano, ele tem ação eficaz contra bactérias, fungos e leveduras.

EDTA ou ácido etilenodiamino tetra-acético: É  um agente quelante, isto é, um agente estabilizador, que impede a mudança da cor, cheiro e viscosidade, amplamente utilizado nos produtos cosméticos, nomeadamente nos sabonetes ou nos shampoos.

Os extratos vegetais são os ativos que entregam as propriedades naturais para os cosméticos. Ou seja, são uma forma de você conseguir adicionar propriedades benéficas para o seu cosmético de uma forma natural cada extrato vegetal tem funções diferentes de acordo com a matéria prima. Podem ser emolientes, hidratantes, adstringentes, anti-inflamatórios, cicatrizantes, estimulantes para crescimento capilar, entre muitas outras propriedades.

Os extratos vegetais são definidos em preparações de consistência líquida, os constituintes solúveis em água (hidrofílicos) podem ser extraídos com água.

Sólida e viscosa, os constituintes solúveis em gordura (lipofílicos) são extraídos de uma parte específica da planta com álcool ou outros solventes.

  • Extratos fluidos. 
  • Extratos moles. 
  • Extratos secos. 
  • Extratos glicólicos.

Extrato glicólico possui propilenoglicol como solvente no lugar da Glicerina Vegetal e do Álcool (presentes no Extrato Vegetal), ambos não possuem nenhum componente de origem animal.

Citronelol: É um ingrediente natural de diversos óleos essenciais usados para melhorar o perfume de produtos cosméticos.

Foi um prazer dividir o que sei com você até o próximo encontro.

https://www.instagram.com/invites/contact/?i=1fzzkvc8dz765&utm_content=2kg6an8

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Elizete Jardim. Colorimetristaconsultora
Elizete Jardim. Colorimetristaconsultora Seguir

Cabeleireira Consultora on-line,pecializada em colorimetria , Colorimetria Avançada By Alejandro Valente. Especializada em cortes avançados Academia do Corte. Claudiney Ravaglia ,Alejandro Valente elizetesouzacostajardimgmail.com

Ler conteúdo completo
Indicados para você