[ editar artigo]

As principais doenças do cabelo e como evitá-las

As principais doenças do cabelo e como evitá-las

Quando falamos de doenças do cabelo, não cabe a nós cabeleireiros tratá-las, mas um bom cabeleireiro deve estar capacitado a identificar essas doenças e encaminhar o cliente para um especialista que no caso é o dermatologista. Abaixo você vai conhecer as principais doenças do cabelo e aprender como evitá-las.

Tricoptilose

A tricoptilose é popularmente conhecida como pontas duplas, é uma ruptura na ponta do cabelo onde o fio se divide em duas ou mais partes. Suas principais causas são: Químicas em excesso, fontes de calor em excesso, radiação solar, água do mar e da piscina. Isso ocorre devido ao ressecamento dos fios, um cabelo sem hidratação mantém as cutículas abertas, expondo partes importantes da estrutura capilar como o córtex por exemplo, o que deixa o cabelo fragilizado, aumentando a quebra e abertura das pontas. Para evitar o aparecimento da tricoptilose, procure usar produtos de qualidade e que sejam indicados para o tipo de cabelo. É importante manter uma rotina de cuidados com o cabelo, outra dica é manter o corte sempre em dia. Quanto mais tempo a pessoa passa sem cortar ou aparar a ponta dos fios, mais frágeis e fáceis de quebrar eles ficam. Outro fator de extrema importância é a alimentação, pessoas que possuem uma alimentação saudável sofrem muito menos com a tricoptilose. A tricoptilose acontece porque o corpo não possui todos os nutrientes necessários para manter os cabelos hidratados naturalmente.

Triconodose 

A triconodose é popularmente conhecida como nós de fada, é a presença de nós no cabelo. Suas principais causas são: Químicas em excesso, fontes de calor em excesso, poluição e pouca hidratação. A triconodose é uma consequência do ressecamento e agressão dos fios que acaba expondo o córtex deixando-o susceptível a diversos danos, entre eles o surgimento desses nós. Algumas dicas para evitar o surgimento da triconodose são: sempre fazer uso de protetor térmico antes de utilizar fonte de calor, usar produtos de qualidade e indicados para o tipo de cabelo. Pentear o cabelo de baixo para cima fará com que a parte embaraçada seja desfeita, diminuindo as chances de criar nós.

Tricorrexe nodosa

É o extremo, é quando o cabelo já está para se partir. É formada por pequenos nódulos brancos na extensão do cabelo que se quebram com facilidade nesses pontos, pode aparecer como bolinhas brancas em uma determinada área ou distribuídas simultaneamente em vários lugares do cabelo. Os nódulos representam a ruptura da cutícula que permite que as fibras internas se separem e se quebrem. Suas principais causas são: Químicas em excesso, fontes de calor em excesso, uso inadequado de produtos químicos, radiação solar, poluição e água do mar ou da piscina. Algumas dicas para evitar o surgimento da tricorrexe nodosa são: Evitar fontes de calor, aumentar o intervalo entre procedimentos químicos, não aplicar mais de um tipo de química, manter uma rotina de cuidados com o cabelo e ter uma alimentação saudável para contribuir com o fortalecimento e crescimento dos fios, pois os nódulos existentes só serão eliminados com o crescimento dos fios. A completa eliminação pode levar anos, dependendo da velocidade de crescimento do cabelo, considerando que a agressão aos fios seja evitada.

Educadores da Beleza - Comunidade de Colorimetria Avançada
Elisa Mota
Elisa Mota Seguir

Cabeleireira apaixonada por cores 🎨

Ler conteúdo completo
Indicados para você