[ editar artigo]

A composição da fibra capilar - Focando no córtex

A composição da fibra capilar - Focando no córtex

A fibra capilar é a matéria prima com a qual o profissional Cabeleireiro trabalha.

  • Qual seu nível de conhecimento real do seu objeto de trabalho❓
  • Como você se sente diante do seu diamante bruto como lapidador❓
  • Um profissional que vai evidenciar o que há de melhor na matéria a você confiada, evitando o máximo de danos❓
  • Ou você é daqueles que faz o que a cliente pede, independente das condições da fibra❓

O fio é composto de: Carbono, Hidrogênio, Nitrogênio, Oxigênio e Enxofre. Estes, unidos formam uma proteína chamada QUERATINA.

A queratina representa aproximadamente 85% da composição da fibra capilar, com mais 12% de água e 3% de lipídios.

Os percentuais dos componentes químicos que formam a fibra capilar:

  • Carbono        (C)  45%
  • Hidrogênio  (N)   7%
  • Oxigênio       (O)   28%
  • Nitrogênio   (N)  15%
  • Enxofre          (S)    5%

A queratina é uma proteína formada por aminoácidos (alguns estudos citam 19, outros 20 e outros 21). O certo é que a queratina é uma proteína complexa de aminoácidos, que se apresenta como um material fibroso formando superfícies contínuas (unhas) ou longas fibras (cabelo).

A queratina é bastante resistente a produtos químicos, embora possa ser dissolvida em ácidos e álcalis concentrados. É maleável e insolúvel em água.

Aqui estão alguns aminoácidos:

Convenhamos que são nomes estranhos, mas nos leva a reconhecer a complexidade que tem um simples fio de cabelo.

Este estudo também nos conduz a entender que trabalhar com cabelo está longe de ser uma atividade pra quem não precisa estudar e conhecer sua principal matéria prima, sua tela para trabalhos artísticos.

Aqui vamos nos aprofundar no estudo do CÓRTEX CAPILAR.

 

O Córtex é a parte intermediária da fibra capilar, que é onde está seu coração.

Sendo o córtex o corpo e o coração da fibra capilar, sua parte mais volumosa, é constituído por feixes de proteínas fibrosas dispostas de forma compacta ao redor da medula. Ele confere numerosas propriedades físicas à fibra; além disso, o córtex contribui para as propriedades mecânicas do cabelo, como: solidez, elasticidade e permeabilidade.

Ao abrirmos e observamos a haste capilar através do microscópio, partindo o fio de cabelo ao meio, encontramos uma série de componentes, sendo o mais importante o Cimento Intracelular. Esse componente consiste em uma massa gelatinosa, também conhecida como Complexo de Membrana Celular ou CMC, que garante a coesão das escamas e do córtex, contribuindo para sua solidez              (característica de uma fibra natural e saudável). Sua função e integridade são essenciais à boa saúde capilar, pois seus componentes são vulneráveis aos ataques externos suscetíveis à sua degradação, como raios UV, a umidade, os tratamentos e processos químicos.

Esse Cimento/CMC é responsável por carregar todos os  aminoácidos e proteínas que formam o corpo do fio, é dentro dele que encontramos também  os pigmentos responsáveis pela cor natural ou artificial dos fios.

Neste ponto devemos investir mais atenção, pois é no Cimento Intercelular que nós, profissionais da beleza exercemos nossa função de cuidar, tratar, cortar, colorir, descolorir ou transformar. É neste minúsculo e imenso lugar que  damos ou tiramos a vida dos cabelos.

A importância do cuidado com as cutículas capilares. São elas quem fazem  a proteção que é de fundamental importância para manter a saúde e integridade da fibra capilar.

A descoloração age diretamente no CMC, destruindo a melanina existente no Córtex. A ação química por não ser seletiva, age de forma agressiva dilatando as cutículas externas e adentrando até o córtex quebrando as pontes de queratina. Sendo altamente alcalino, ao ser manuseado de forma incorreta pode causar sérios e graves fatores que comprometem a saúde e integridade dos fios.

Portanto, quando se trata de saúde capilar, é indispensável que a cliente tenha no seu profissional cabeleireiro um conhecedor de fato e de direito de todos os prós e contras sobre o cabelo e a ação química e física dos produtos a serem usados.

Por isso, conhecer profundamente a fibra capilar, influencia no conhecimento dos produtos indicados para cada tipo e necessidade de cabelo.

A fibra capilar é matéria prima e que muitas vezes não respeitamos ou não conhecemos seus limites. Forçamos a barra em busca de cumprir nossos objetivos, muitas vezes, com imensurável agressão.

Metamorfoses que por vezes  fazemos, e nem temos a noção real de quão delicado e com o quê estamos mexendo; uma transformação capilar é ação de muita responsabilidade que se feita com dedicação e conhecimento, os transtornos não serão devastadores. 

Ser cabeleireiro, artista das transformações capilares requer muito estudo, laboratório, experiência para que se tenha conhecimento e segurança em cada processo com compromisso e altruísmo.

Busquemos os conhecimentos necessários na nossa área. O mundo será dividido entre os que fazem porque conhecem e os que fazem pela prática, mas sem conhecimento.

Hoje tudo evolui. 

Parabéns aos que estão buscando!

Educadores da Beleza tem muito conteúdo de fundamental importância para nós, profissionais da beleza.

Obrigada por ter chegado até aqui, pra este despertar.

Seu comentário será importante a outros leitores.

 

 

 

 

 

 

Educadores da Beleza - Colorimetria
Beatriz Marques
Beatriz Marques Seguir

Cabeleireira , Colorimetrista byAlejandroValente, Academia HSB, Academia Fernando Alves, Pedagogia, Enfermagem.

Ler matéria completa
Indicados para você